Ozonioterapia

O que é?
A Ozonioterapia, ou ozônio medicinal, é uma técnica terapêutica que utiliza uma mistura de gases oxigênio e ozônio para tratar uma série de patologias, sejam elas de origem isquêmica (deficiência na circulação sanguínea), inflamatória ou infecciosa, como problemas circulatórios, feridas infectadas, queimaduras, hérnia de disco, entre outras.

Utilizada há mais de 100 anos, o procedimento melhora a oxigenação dos glóbulos vermelhos e facilita a circulação. Também ativa o sistema imunológico. O ozônio destrói as paredes celulares das bactérias, impedindo a sua reprodução.

Com propriedades bactericidas e fungicidas, a Ozonioterapia pode ser aplicado de diversas maneiras, estimulando uma melhor oxigenação dos tecidos e da circulação sanguínea.

Além do Brasil, a Ozonioterapia já é reconhecida pelo sistema de saúde de países como Alemanha, China, Rússia, Cuba, Portugal, Espanha, Grécia e Turquia, além de ser praticada em 32 estados dos Estados Unidos.

Benefícios
Melhora a Circulação Sanguínea
Melhora o Metabolismo de Hormônios
Ativa o sistema Antioxidativo
Melhora a entrega de oxigênio aos tecidos
Bloqueia Inflamações
Ativa Sistema Imune

Indicação
• Doenças Crônicas e Degenerativas (Hipertensão Arterial, diabetes, Asma, Alzheimer, Parkinson, Paralisia cerebral, Autismo, Doenças Renais)
• Dor crônica (Lombalgia, artrose, bursite, tendinite, Tunel do Carpo, lesão ligamentar, lesão menisco e cartilagens)
• Doenças Isquêmicas (Obstrução de coronárias, Insuficiência venosa dos membros inferiores, úlceras diabéticas e venosas, sequelas de AVC)
• Neoplasias (Nódulos, Tumores, Cânceres, Metástase, sintomas de Quimioterapia e Radioterapia)
• Doenças Infecciosas (HIV, Hepatites, Herpes, Viroses bactérias, fungos e parasitas)
• Doenças Autoimunes (Lupus Eritematoso Sistêmico, Esclerose Múltipla, Artrite Reumatóide)

Formas de aplicação
Hidrozonioterapia
Banho terapêutico em banheira, realizado em sessões de 20 minutos, uma vez por semana.

Contraindicações
• Deficiência da enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase (G6PD), conhecida como favismo, em função do risco de hemólise.
• Hipertireoidismo descompensado
• Diabetes mellitus descompensado
• Hipertensão arterial severa descompensada
• Anemia grave

Terapeuta: Sandra Augusto

Tags:, , , Última atualização: 27/07/2018

Deixe sua mensagem

(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem